Ação Social

Projeto UM Futuro destaca sustentabilidade e questões alimentares na Escola Primária das Enguardas

Projeto UM Futuro destaca sustentabilidade e questões alimentares na Escola Primária das Enguardas

Com o apoio do Departamento de Voluntariado da AAUM e do Núcleo de Engenharia Biológica da Universidade do Minho (NEEB), o projeto social "UM Futuro" decidiu implementar e integrar na dinâmica duas das vertentes principais do curso: Alimentar e Ambiental. O grande objetivo foi sensibilizar as crianças para questões no que diz respeito à sua alimentação, saúde e meio que os rodeia.

Com todas as atividades planeadas e delineadas, no dia 12 de dezembro, quarta-feira, a Escola Básica das Enguardas recebeu novamente o projeto “UM Futuro”.

A nível ambiental, a dinâmica consistiu na conciliação das crianças para o ato de separar o lixo e consequentemente reutilização, com a ajuda dos ecopontos devidamente apresentados e com o material para separar num local à parte. Seguidamente, com uma divisão em equipas, com os materiais que já se pensava que não tinham qualquer utilidade, construíram-se instrumentos musicais com uma história e uma decoração associada.

Tendo em consideração o facto persistente da obesidade infantil, foram questionados os seus hábitos alimentares e demonstrados que alguns alimentos que lhes são familiares contém bastante quantidade de açúcar. Tudo isto com o objetivo de eles ordenarem de forma crescente a quantidade de açúcar presente na fruta, snacks, bolachas, chocolates, leite, refrigerantes, sumos de frutas entre outros.

Na hora de ir embora, o entusiasmo pelas novas ações e pelo incutir assuntos de importância social e ambiental traduziram--se num grande espirito de alegria.

Em conjunto com o Cabido de Cardeais da Academia Minhota e da Junta de Freguesia de S.Vitor entregamos 15 cabazes de alimentos a 15 famílias desta escola. Esta iniciativa adveio do espírito praxistico e natalício da Universidade do Minho, onde foi realizada por vários cursos da Universidade do Minho uma recolha de um elevado número de bens alimentares junto da comunidade de Gualtar e de Azurém.

Com estes pequenos gestos, o principal objetivo desta iniciativa por parte deste órgão é tornar o Natal destas famílias mais caloroso, feliz e reconfortante.