Desporto

Universidade do Minho entrega Prémios de Mérito Desportivo a 63 estudantes

Universidade do Minho entrega Prémios de Mérito Desportivo a 63 estudantes

63 estudantes premiados pela Universidade do Minho

Realizou-se, este sábado, no Restaurante Panorâmico da Universidade do Minho, em Braga, a cerimónia de entrega dos Prémios de Mérito Desportivo da época 2017/2018. Este evento tem como objetivo premiar todos os estudantes da Universidade do Minho (UMinho), que conseguiram conciliar a excelência desportiva com o sucesso académico no ano transato. Na gala estiveram presentes 63 estudantes-atletas, sendo distinguidos por elevarem bem alto o nome da academia minhota em 15 modalidades distintas. O Andebol e o Futsal, com 20 atletas no total, foram os desportos com mais premiados.

A sessão contou com a presença de Paulo Cruz, pró-reitor da UMinho, António Paisana, administrador dos Serviços de Ação Social da Universidade do Minho (SASUM) e Nuno Reis, presidente da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM). Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, também esteve presente, assim como responsáveis autárquicos e da reitoria da UMinho e presidentes das várias escolas da instituição.

Este encontro serviu para homenagear todos os atletas, que tanto a título individual ou coletivo, se destacaram e alcançaram os primeiros lugares nos Campeonatos Internacionais Universitários ou se sagraram Campeões Nacionais Universitário,  e que conseguiram a obtenção de um aproveitamento superior a 50% dos créditos no respetivo ano académico. Os 63 estudantes premiados, oriundos de 35 cursos da UMinho, receberam a bolsa e os certificados que comprovam a sua excelência, tanto na faceta desportiva como académica. O Mestrado Integrado em Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores foi o curso mais representado (oito atletas), sendo da Escola de Engenheira que advêm mais estudantes (33 no total). Ao todo, os SASUM financiaram bolsas no valor de 13.353,15€.

O Andebol (campeões nacionais) e o Futsal (vice-campeões europeus) ultrapassaram o Taekwondo, passando a ser as modalidades que viram mais atletas a receber o prémio. Além dos estudantes, também Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e Tarantini, jogador do Rio Ave FC, subiram ao palco, discursando para todos os presentes. O responsável máximo da Liga mencionou a importância da recente aprovação do estatuto de estudante-atleta, defendendo a importância do desporto no crescimento e na educação dos indivíduos. Fernando Gomes também referiu todas as instituições desportivas têm vindo a crescer nos últimos anos, não só mentalidade, como também na sua exigência, sendo um aspeto fulcral para atingir resultados favoráveis nas competições nacionais e internacionais.

Nuno Reis, presidente da Associação Académica da Universidade do Minho também discursou na cerimónia e destacou o desporto como “instrumento fundamental” para a “formação integral de cada pessoa”. O presidente da AAUM aproveitou para felicitar todos os envolvidos na aprovação do Estatuto de Estudante Atleta, reafirmando que este é “um passo importante na promoção social do desporto e na consolidação do direito à carreira dual”.